Noticias

22-05-2014


Dia do Apicultor e Últimos Relatos

Caros Apicultores,
 
Inicialmente, nossos cumprimentos pelo o dia do apicultor.
O momento da apicultura é bom, Santa Rita de Cássia acompanhada de nossos saudosos líderes Helmuth Wiese e Eloy Puttkammer estão nos iluminando.
Segue alguns relatos dos últimos acontecimentos da apicultura brasileira.
 
Os últimos dias foram de muito trabalho para nós.
Reuniões, viagens e importantes decisões tomadas para o fortalecimento da nossa apicultura.
No dia 14 de maio de 2014, viajei a Brasília/DF numa audiência com o ministro da agricultura, o Deputado Neri Geller do Mato Grosso.
Participaram desta reunião 7 deputados federais entre eles o deputado federal João rodrigues, ex secretário da agricultura que não mediu palavras em defesa da apicultura e o suplente o deputado Valdir Colatto, pessoa muito próxima do ministro.
Tínhamos grandes preocupações com um decreto (RIISPOA ?? Regulamento Industrial de Inspeção Sanitário de Produtos de Origem Animal) que estava na casa civil para ser assinado pela presidente.
O ministro determinou aos técnicos do ministério que repassassem para os representantes dos apicultores a última proposta do RIISPOA que estava na casa civil.
No dia 15 de maio de 2014, recebemos a proposta do decreto de lei e lá estava escrito: ??O apicultor só poderia vender mel extraído em um estabelecimento relacionado junto ao ministério da agricultura, pecuária e abastecimento (MAPA)?.
Ocorre que para fazer o relacionamento da unidade de extração, tinha que ter um técnico responsável e além de um processo burocrático bastante extenso para fazer o relacionamento.
No dia 17 de maio de 2014, retornei a Brasília para uma assembleia da CBA (Confederação Brasileira de Apicultura) onde fui eleito 1º vice-presidente da CBA.
No mesmo dia, nós reunimos para analisar a proposta de lei do RIISPOA e elaboramos nossa proposta de alterações.
No dia 19 de maio de 2014, retornei a Brasília/DF, pois tínhamos uma reunião com os técnicos do ministério às 9hrs do dia 19/05/2014 e ás 15hrs com ministro.
Na reunião da parte da manhã, os técnicos do ministério estavam bastante atenciosos, houve alguma flexibilização, mas não abriram mão de relacionamento da unidade de extração junto ao MAPA.
Fomos induzidos a aceitar a proposta da unidade de extração, pois corríamos o risco da propriedade ser fiscalizada.
O ministro nos atendeu às 18:30hrs onde estavam na reunião vários deputados federais entre eles o deputado suplente de Santa Catarina, Valdir Collato.
Depois de uma calorosa discussão, o ministro nos garantiu que o apicultor não precisa relacionar a unidade de extração de mel no MAPA, que o entreposto poderá comprar o mel diretamente do apicultor.
O entreposto tem que ter um cadastro do apicultor que vendeu o mel.
Ganhamos o 1º embate, mas estamos atentos até a assinatura do decreto pela presidente Dilma Rousseff.
 
Caro apicultor,
Precisamos cada vez mais honrar pela qualidade do nosso produto, o mel.
Precisamos de um local adequado, limpo e termos cuidado com a higiene corporal no momento da extração do mel.
O mel catarinense é o melhor mel do mundo.
Vamos valorizar o nosso produto.
O momento é bom!
Desculpe pela minha ausência das associações, minha vontade é de estar sempre junto com vocês, mas a agenda não permite.
Tenho trabalhado 10 horas por dia como voluntário na FAASC, pois quero informar que não sou mais funcionário da EPAGRI.
 
Feliz dia do apicultor, Santa Rita de Cássia está nos iluminando.
No encontro catarinense de apicultores em Içara detalharei mais o assunto.
Até lá!
 
Nésio Fernandes de Medeiros
Presidente da FAASC